Com o tema Educação integral: aprendizagem que transforma, a 11ª edição do Prêmio buscou mobilizar a sociedade para a importância da participação social na oferta de educação integral e, ao mesmo tempo, dar visibilidade ao trabalho de organizações em parceria com escolas públicas.

Tendo duração de dois anos, a 11ª edição do Prêmio realizou, em 2015, o processo de premiação de organizações e escolas públicas responsáveis por projetos de educação integral. 

Em 2016, voltou suas ações para a formação de profissionais que atuam na área. O objetivo era promover a troca de experiências e aprimorar competências desses atores para analisar práticas socioeducativas, além de ampliar seu repertório e criar redes para fortalecer a atuação no território, visando ao desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens.


Formação

O segundo ano da 11ª edição do Prêmio Itaú-Unicef foi marcado pela formação e uma série de novidades. Uma delas foi o uso de redes sociais, como o Facebook, e aplicativos, como o WhatsApp, para a troca de informação e o compartilhamento de experiências entre os 32 projetos finalistas da premiação de 2015, além da oferta de cursos para a rede do Prêmio e também para todos os interessados em temas sobre educação integral. Nesse ano, o Prêmio também realizou três encontros presenciais.

Outro destaque foi a realização de 20 encontros de mobilização local visando valorizar as ações socioeducativas dos projetos finalistas em seus territórios e nas comunidades atendidas.

Ao longo do ano, também foram realizados quatro Debates Virtuais – OSCs e escolas e o fortalecimento de vínculos com as famílias e a comunidade; Vulnerabilidades sociais e território; Intencionalidade educativa das ações socioeducativas; e Competências para formar o cidadão do século XXI – e os cursos Educação e Proteção social: Articular para Garantir Direitos, e Mobilização de Recursos: Conquistar e Manter, que registraram, em conjunto, um total de 25 turmas, com mais de 1.800 inscritos.

Ao todo, participaram dos cursos promovidos pelo Prêmio Itaú-Unicef habitantes de 441 municípios de todas as regiões do país. Dentre eles, 19% são gestores ou técnicos de organizações sociais e 14% professores.


Premiação Nacional

Menções Honrosas