A 13ª edição do Prêmio Itaú-Unicef apoiou e valorizou projetos que ofereceram diretamente ao público infanto-juvenil ações educativas, culturais e/ou de proteção social alinhadas ao conceito de educação integral, entendido como aquele que:

  • Buscou o desenvolvimento das diversas dimensões do ser humano, como as dimensões física, emocional, social, cultural e ética.
  • Articulou atores, espaços e saberes para promover o desenvolvimento integral da criança, do adolescente e do jovem, integrando os saberes comunitários (famílias, moradores, lideranças locais, artistas) e os espaços físicos da comunidade (ruas, praças, escolas, associações, centros culturais, instituições públicas ou privadas).
  • Permitiu o enfrentamento das desigualdades sociais.
  • Contou com arranjos diversificados e intersetoriais: responsabilidades partilhadas e sintonia com os contextos locais.
  • Considerou a complexidade do mundo contemporâneo, articulou o global e o local e dialogou com os interesses e as necessidades de crianças, adolescentes, jovens e sua cultura.

Nesta edição se inscreveram projetos realizados por organizações da sociedade civil (OSCs) que foram iniciados até 17 de abril 2017, oferecidos de forma gratuita e enquadrados em uma das seguintes categorias:

Categoria 1: OSC em Ação – projeto realizado pela OSC: Nesta categoria foram inscritos os projetos concebidos, planejados e executados pela OSC e que sejam oferecidos diretamente para crianças, adolescentes e jovens.

Categoria 2: Parceria em Ação – projeto realizado obrigatoriamente pela parceria entre OSC e Escola Pública: Nesta categoria foram inscritos os projetos concebidos, planejados e executados pelas duas instituições e que sejam oferecidos diretamente para crianças, adolescentes e jovens.


Formação

Durante o ano foram oferecidas ações de formação para todos os inscritos no prêmio, com objetivo de aprofundar e discutir temas relacionados ao atendimento de crianças, adolescentes e jovens a partir da educação integral, entendida como aquela que busca o desenvolvimento das diversas dimensões do ser humano; dialoga com os interesses e as necessidades de crianças, adolescentes, jovens e sua cultura; e permite o enfrentamento das desigualdades sociais.

Nesta edição, o prêmio criou uma rede entre educadores, professores, gestores e articuladores, o Prêmio Itaú-Unicef Em Rede, para aprofundar a formação e a discussão sobre educação integral e mobilizar ações diretas no território. Nessa rede, os participantes foram convidados a realizar desafios para aperfeiçoar o trabalho e ampliar as possibilidades de atendimento e, assim, receber o credenciamento do Selo de Mobilizador.


Premiação Nacional

Menções Honrosas

Prêmio Itaú-Unicef 2018 Catálogo virtual 13ª Edição